segunda-feira, 28 de setembro de 2015

O Irrelevante, o Insuficiente e o Necessário. Parte II: É pouco, Dilma! É pouco!

Dilma anunciou, finalmente, a proposta de contribuição
voluntária do Brasil para redução de emissões de gases de
efeito estufa. Os números até impressionam à primeira vista,
mas as metas estão longe da ambição necessária e do que é
possível para o Brasil, como grande emissor.
Foram anunciadas pela presidente Dilma Rousseff, neste domingo, em Nova Iorque, as metas brasileiras de redução de gases de efeito estufa. O site do Planalto divulgou que "o Brasil pretende reduzir em 37% as emissões de gases de efeito estufa até 2025" e "para 2030, segundo a presidenta, a ambição [sic] é chegar a uma redução de 43%". O documento oficial está disponível neste link.

O que pretendemos mostrar é que 43% de redução das emissões em relação a 2005 é, na verdade, pouco, que esse número aparece inflado em relação ao que deveriam ser metas reais, e que, portanto, se há uma palavra que não faz sentido ser usada aqui é "ambição".

Heil, CO₂! Nazinegacionismo e eleições alemãs

Racismo, xenofobia e agora negacionismo climático: a ultradireita alemã volta ao parlamento após sete décadas, com um repertório comple...

Mais populares este mês